Trilha do Rio do Boi
09 FEB

Trilha do Rio do Boi

Semi-Pesada - Nível 5 Robson Fernando Duda @trilhasemsc Última atualização em 09/02/2021

Aos poucos vamos desbravando as diferentes paisagens do nosso estado. Já fizemos muitas trilhas na região da Grande Florianópolis, já exploramos a região serrana e agora, finalmene, exploramos a região dos cânions do Parque Nacional de Aparados da Serra. Mata nativa, cachoeiras e muita aventura, isso define a Trilha do Rio do Boi.

O Parque Nacional de Aparados da Serra fica localizado na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O principal atrativo desta região é o Cânion do Itambezinho, que pode ser acessado pela parte superior usando as Trilhas do Vértice e a Trilha do Cotovelo. Mas a parte mais emocionante desse passeio com certeza é a Trilha do Rio do Boi, onde o aventureiro faz o percurso na parte inferior do cânion, seguindo pela margem do rio e fazendo diversas travessias entre as margens, passando por dentro do rio.

Antes de nos aprofundarmos nos detalhes dessa bela trilha, vale lembrar que não é possível fazer esse trajeto sem um guia autorizado. Logo, o primeiro passo para realizar ela é entrar em contato com um desses profissionais.

Em nossa aventura, a guia que nos acompanhou foi a Sabrina. Ela foi muito atenciosa com todos os membros do nosso grupo, sempre prezando pela segurança. Além disso, em parceria com o André, que também nos acompanhou, deram uma bela aula da Geografia e da Biologia da região. Recomendamos muito o passeio com eles. Abaixo, segue o perfil do Instagram e o telefone para contato.

Instagram: leao_baio_dos_canyons

Celular: (48) 99149-4206

Agora que explicamos as exigências e os meios para poder viver essa bela aventura, vamos falar um pouco de como foi tudo.

O primeiro passo é o contato com o guia, o segundo é planejar a ida para a cidade de Praia Grande, local onde fica localizada a trilha. Chegando na cidade, nosso ponto de encontro foi o Centro de Informações Turísticas da cidade. Ali, encontramos com a Sabrina, que nos guiou por mais ou menos 13km até a entrada do parque onde fica a trilha. O trajeto até este ponto é feito por uma estrada de chão, mas em bom estado. 

Chegando no parque, recebemos as orientações iniciais para poder iniciar a trilha. Uma particularidade interessante deste trajeto é o fato dele depender muito do nível da água do rio. Como o passeio inclui muitas travessias por ele, existe uma altura máxima da água para que a travessia seja feita com segurança. A altura máxima indicada hoje é no máximo 50cm. Caso o nível esteja mais alto que isso, não é possível realizar a trilha. Então, preste atenção nisso antes de se planejar. O guia irá avisar sobre isso, mas é bom ter esse conceito entendido de forma prévia.

Chegando no parque, existe estacionamento para os carros e um pequeno centro de apoio, onde é possível fazer uso de banheiros e também trocar de roupa após a trilha. Aliás, essa é uma boa dica. Tenha com você uma roupa seca para depois de trilha, pois estar molhado será uma consequência natural da trilha. 

Começamos o trajeto fazendo aproximadamente 3 quilometros de caminhada pela mata, em um trajeto que alterna entre subidas e descidas, mas sem maiores dificuldades.

Entrada da Trilha do Rio do Boi

Essa caminhada pela mata é muito agradável. O caminho é aberto, possui bastante sombra e também belas espécies da flora local, como as imponentes Figueiras. Com sorte, é possível encontrar também exemplares da fauna local. 

Caminho pela mata na Trilha do Rio do Boi

Depois de finalizar a caminhada na mata, somos auxiliadas por cordas para descer até o leito do rio. Agora começa a aventura!

Chegada no rio na Trilha do Rio do Boi

O começo da caminhada se dá pela margem do rio, sobre as pedras. Tenha muita atenção nesse trajeto, pois as pedras podem estar soltas ou molhadas.

Caminho pelo rio na Trilha do Rio do Boi

Depois de algumas dezenas de metros pelas margens, chega a hora da primeira travessia pelo rio. É impossível não ficar tenso na primeira vez, pois em alguns pontos a correnteza é um pouco mais forte. Por isso fazemos esse pequeno "cordão humano", onde cada um da a sustentação para o outro conseguir atravessar com segurança. Os pontos de travessia são sempre indicados pelo guia, mais um motivo de necessidade e importância desse profissional.

Travessia do rio na Cachoeira na Trilha do Rio do Boi

Essa caminhada pelo rio é única, cheia de paisagens que parecem uma pintura.

Rio e pedras na Cachoeira na Trilha do Rio do Boi

Como estamos no meio de um cânion, é normal a formação das cachoeiras, o que dá um charme maior para o passeio. Em algunas delas, é possível tomar banho.

Cachoeira na Trilha do Rio do Boi

Em vários pontos somos supreendidos pelos detalhes dessa paisagem qua une rios, morros e mata nativa.

Rio, pedras e morro na Cachoeira na Trilha do Rio do Boi

Também durante do percurso, seguem as travessias do rio. Ao todo são feitas 20 travessias. São 10 na ida e 10 na volta. A altura do nível da água depende da época e volume de chuvas, podendo chegar até a cintura.

Travessia rio e pedras na Cachoeira na Trilha do Rio do Boi

As cachoeiras são numerosas e cada uma possui características e belezas diferentes.

Cachoeiras na Trilha do Rio do Boi

Depois de várias travessias pelo rio e muitos quilômetros, chegamos ao ponto final da trilha. É uma vista maravilhosa! Os paredões do cânion se estendem pelo horizonte, cortados pelo rio, formando uma paisagem única! 

Cachoeiras na Trilha do Rio do Boi

Trilha do Rio do Boi

Percurso: 14000 metros (ida e volta)

Tempo do percurso: Isso varia muito, depende do tamanho do grupo e preparo. Conseidere em torno de 8 horas.

Praia Grande

 

Grau de dificuldade

Grau de dificuldade da trilha Semi-Pesada

Semi-Pesada - Nível 5

Saiba mais sobre o grau de dificuldade

Powered by Wikiloc